Local de Origem, Características Socio-Culturais e Geográficas



O samba nasceu na Bahia, no século 19, da mistura de ritmos africanos, dos escravos que foram para la trabalhar nas plantações de açucar. Mas foi no Rio de Janeiro que ele criou raízes e se desenvolveu, mesmo sendo perseguido. Durante a década de 1920, por exemplo, quem fosse pego dançando ou cantando samba corria um grande risco de ir batucar atrás das grades. Isso porque o samba era ligado à cultura negra, que era malvista na época. Só mais tarde é que ele passou a ser encarado como um símbolo nacional, principalmente no início dos anos 40, durante o governo de Getúlio Vargas. Nessa música brasileiríssima, a harmonia é feita pelos instrumentos de corda, como o cavaquinho e o violão. Já o ritmo é dado, por exemplo, pelo surdo ou pelo pandeiro. Com o passar do tempo, outros instrumentos, como flauta, piano e saxofone, também foram incorporados, dando origem a novos estilos de samba. "À medida que o samba evoluiu, ele ganhou novos sotaques, novos modos de ser tocado e cantado. É isso que faz dele um dos ritmos mais ricos do mundo".


Geograficamente, o samba nasceu na africa e com os motivos citados acima foi levado para a Bahia, de la espalhou-se para o Rio de janeiro onde se desenvolveu como estilo musical e hoje é famoso no mundo todo, lembrado como o estilo musical que representa o Brasil e o Rio de Janeiro.